quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010




Letra de uma música que fiz na última terça. Ainda sem título. :)

Perder palavras entre voz e pensamento
Sentir os sonhos indo em cinzas sem nada a fazer
Enquanto o tempo permitir eu vou me enganar...

Sair enquanto posso ver a vida me abraçar
Correr bem rente ao precipício e querer viver
Se é para ter medo, melhor termos medo juntos...

A gente sabe que o melhor de ser jovem
É perder tempo sem perder a vida inteira

Arrisco enquanto eu ver na vida que há riscos
Busco sentidos no que possa me fazer cair
Só é possível se encontrar quando se perder...

Equilibrar-se entre o comum e o distinto
Viver perdido em tons de cores de um surreal
Só é possível ser feliz mergulhando fundo...

A gente sabe que o melhor de ser jovem
É perder tempo sem perder a vida inteira

6 comentários:

Gabi disse...

Espero um dia poder ver essa música em um show seu :)
É, hoje em dia é tão mais fácil ser jovem que parece que é quase inútil. Espero que isso não seja verdade.

Nanda. disse...

Nossa, Will! Que música linda *-* Super tocante. =) Parabéns.

baobah disse...

Música muito linda. Imaginei o Cazuza cantando haha gostei muito, principalmente o refrão, é bom pensar que hoje posso passar um ano de férias e não perder nada, mas no futuro já não será tão assim.

Belo blog, parabéns!
beijos
http://minidesastres.blogspot.com/

G. Vallejo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
G. Vallejo disse...

oi sou gabi
adorei seu blog
adorei esta música
tempo a ganhar, juventude a perder
estou te seguindo aki
sou uma escritora amadora
se puder seguir meu blog também agradeço
b-jos

Anônimo disse...

NOVO OLHAR SOBRE A MATEMÁTICA,
http://www.ufpa.br/beiradorio/novo/index.php/leia-tambem/124-edicao-93--abril/1189-novo-olhar-sobre-a-matematica